Victor | Tribox

Acessibilidade na Web – Você já pensou nisso?!

Existem muitas definições para o termo acessibilidade, entre elas, a apresentada pelo Decreto Federal (2004): “É a condição para utilização, com segurança e autonomia, total ou assistida, dos espaços, mobiliários e equipamentos urbanos, das edificações, dos serviços de transporte e dos dispositivos, sistemas e meios de comunicação e informação, por pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida”. Aqui, falaremos apenas de uma de suas vertentes, a acessibilidade aos sistemas e meios de comunicação, onde entram os sites e o acesso à web em geral.

 

Quando desenvolvemos um site não acessível, além de excluir as pessoas com deficiência visual, por exemplo, podemos deixar uma parcela muito grande de consumidores para trás. Segundo os dados do Censo do IBGE, realizado em 2010, entre as 45.606.048 de brasileiros, 23,9% da população têm algum tipo de deficiência. Aproximadamente 1,6% são consideradas cegas (perda total da visão).

 

Mas, e se nosso site pudesse ser visto e acessado por elas, será que não seria vantajoso para todo mundo? É sempre muito bom sabermos que nossos produtos e informações devem atingir o maior número de pessoas possíveis, como forma de divulgação. E porque não fazermos isso pensando em toda a parcela com algum tipo de deficiência?

 

Algumas empresas não têm conhecimento de como deixar os códigos e as funcionalidades do site de forma que os leitores de tela possam detectar as informações. Por exemplo. Quando são criados os botões “CLIQUE AQUI”, “COMPRAR” e etc, nós pensamos que o botão é uma imagem na tela, e que muitas vezes pode ter um comando vazio em sua programação?

 

Não entendeu? Eu explico. Os leitores de tela, adaptados para efetuar a leitura em voz para as pessoas com deficiência visual (seja a cegueira ou baixa visão), devem captar a maior quantidade de texto que houver na tela. Mas se o desenvolvedor não colocar um texto descritivo, ou alternativo para aquela imagem, o leitor de tela se perde e o internauta com deficiência acaba ficando sem informações importantes ou sem dar seguimento à próxima informação.

Para minimizar os problemas e para que sua empresa tenha maior reconhecimento, é necessário que ela se enquadre nos padrões de acessibilidade, exigidos hoje para qualquer instituição. Para isso é necessário analisar a forma como as informações serão disponibilizadas em nosso site, as funcionalidades e os layouts do mesmo.

 

O fato de pensar no acesso de qualquer pessoa, é identificado pelo conceito do “Desenho Universal”, que consiste em adaptar toda e qualquer informação, espaço físico, entre outros, para qualquer tipo de pessoa, seja ela idosa, criança ou com alguma deficiência.

 

Os benefícios da acessibilidade para as empresas são diversos. Veja alguns deles a seguir:

  •  Responsabilidade social;
  • Melhoria da imagem da empresa, com o consequente fortalecimento da marca;
  • Aumento da visibilidade do sitio pelos sistemas de busca;
  • Fidelização de usuários e clientes;
  •  Crescimento da audiência do site web;
  • Vantagem competitiva;
  • Canal aberto de comunicação com usuários e clientes;
  • Diminuição dos custos com manutenção;
  • Melhoria do desempenho;
  • Aumento da interoperalidade.

 

O World Wide Web Consortium (W3C) é um conjunto de organizações filiadas que já publicou várias dicas e uma cartilha sobre a Acessibilidade na Web.

Para saber mais, recomendo a leitura completa da cartilha, disponível pelo link:

http://www.w3c.br/pub/Materiais/PublicacoesW3C/cartilha-w3cbr-acessibilidade-web-fasciculo-I.html

 

APRESENTAÇÃO

Sou Camila, jornalista, especialista em educação inclusiva e envolvida com o processo de inclusão e acessibilidade das pessoas com deficiência.

Venho trazer ao blog a parte técnica e algumas reflexões sobre inclusão, para que possamos sempre pensar em um OUTRO OLHAR. Estaremos juntos por aqui, para abordar alguns assuntos que podem auxiliar a sua empresa a ter mais acessos e maior visibilidade.

 

Referências:

Decreto nº 5.296, de 2 de dezembro de 2004. Disponível em www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2004/Decreto/D5296.htm

 

W3C. Cartilha Acessibilidade na Web (Fascísculo I e II). Disponíveis em:

http://www.w3c.br/pub/Materiais/PublicacoesW3C/cartilha-w3cbr-acessibilidade-web-fasciculo-I.html

http://www.w3c.br/pub/Materiais/PublicacoesW3C/cartilha-w3cbr-acessibilidade-web-fasciculo-II.pdf

 

https://www.tribox.com.br/blog/acessibilidade-na-web/
Facebook Comment