Atendimento online e a tendência dos chatbots

Atualmente, não basta para uma empresa, oferecer produtos de qualidade.
A experiência de atendimento também conta (tanto no pré quanto no pós-venda).
Quantas vezes você já havia quase desistido da venda, mas o vendedor foi tão legal, que você acabou levando o produto?!
Ou foi tão prontamente atendido que resolveu compartilhar sua experiência com aquela empresa?!
Não sei se vocês chegaram a acompanhar o caso da Arezzo (vou abrir um parentese para explicar, caso não tenha acompanhado).

Uma cliente cadeirante, com dificuldades em encontrar sapatos que se adaptassem às suas necessidades, comprou um tênis online, por julgar que a ajudasse. Porém o zíper que seria o item facilitador, era meramente decorativo.
Ela devolveu o item e apresentou para a empresa as suas dificuldades.
Pois bem. Diante disso, a marca poderia ter aceito o item de volta e fim da questão.
Porém, sensibilizados com o caso, eles criaram uma versão especial, adaptada para ela e personalizada com seu nome, e lhe deram de presente!

Fato que, com certeza, fortaleceu ainda mais a marca no mercado.
Mas também o contrário existe!

Recentemente, uma pesquisa da LogMeIn, realizada pelo Instituto Ovum, mostrou que o atendimento on-line ruim afasta muitos clientes: 82% das pessoas entrevistadas já abandonaram uma marca devido a uma única experiência.
Para atender as exigências de seus clientes, as empresas têm adotado a tecnologia como aliada para este desafio.
Uma das soluções que tem ganho destaque entre os especialistas da área, são os chatbots – softwares que funcionam dentro de aplicativos de mensagens e capazes de automatizar parte dos processos de atendimento.
Esses robozinhos virtuais utilizam a inteligência artificial para se comunicarem o mais naturalmente com as pessoas. Eles atuam em chats/conversas que já conhecemos, como quando enviam mensagens de “como posso te ajudar?” presentes nos sites, nas nossas telas de SMS e nos diálogos que mantemos com as empresas através do Facebook Messenger, ou mesmo aplicativos do cartão de crédito.

Entre os inúmeros benefícios que um chatbot pode oferecer para a sua empresa vamos citar 5 motivos para você implementar no seu negócio ( seja e-commerce ou rede social):

1. Te ajudam a economizar
Você não precisa ampliar seu quadro de funcionários para iniciar esse tipo de atendimento.
Os chatbots são investimento único.
Não que seja indispensável o atendimento de um humano, mas ele irá ajudar a empresa filtrar o atendimento, e direcionar para as pessoas certas.

2. Atendimentos simultâneos
Os bots, diferentemente de nós humanos, podem fazer atendimentos simultâneos sem se perder ou ficar cansados.

3. Disponíveis 24/7
Os robôs ficam disponíveis 24 horas e 7 dias por semana, sem precisar de uma pausa.
Isso quer dizer que as perguntas nunca ficam sem resposta ou um longo período aguardando por ela.
Isso faz com que aumente a satisfação do consumidor!

4. 100% de Satisfação aos consumidores
Nós reagimos de acordo com nosso humor e emoção. Os bots não oscilam de humor!
Eles são programados, e obedecem sempre à sua programação enquanto continuarem configurados.

5. Facilitam o trabalho repetitivo
Eles ajudam a fazer o trabalho repetitivo e no tempo certo, além de reduzir a quase zero os riscos de erros.
(para isso existe o “treinamento” de robô”!)

Portanto, entre as vantagens de ter um chatbots no atendimento, está a redução de custos, a otimização de tempo em atendimento, assim como a qualidade nas interações entre marca e consumidor e acesso ao histórico completo de cada usuário.
Para se ter uma ideia da força dessa tendência, a Gartner, principal empresa de pesquisa da área de TI no mundo, divulgou recentemente um estudo que aponta que até 2020 os consumidores vão conseguir administrar 85% de seus relacionamentos com empresas sem qualquer intervenção humana.
Ter um chatbot e personalizá-lo de acordo com o perfil da sua marca e através de linguagens coloquiais que ganhem a simpatia dos clientes, é como ter um funcionário prestativo, objetivo e responsável para surpreender no atendimento. A diferença é que ele não terá que passar pelo RH e estará disposto a trabalhar 24 horas por dia. Chegou uma mensagem nova? Deixe que, em alguns segundos, ele responderá!
Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, já declarou sua aposta nos chatbots como verdadeiras tendências para o futuro, assim como Google, Amazon, Microsoft e outras grandes empresas cujo interesse em investir nessa ferramenta é unanimidade.
Não que isso dispense o trabalho humano!
Por exemplo, a Nubank filtra esses atendimentos pelo chatbot e direciona para os atendentes, para o finalizarem.
É neste momento que os chatbots transformarão a maneira com que o atendimento ao cliente é feito, prezando pelo que sempre buscamos ao máximo: a qualidade.

Eles já foram tendência em 2017.

Você tem dúvidas de como será o futuro?!

http://www.tribox.com.br/blog/atendimento-online-e-tendencia-dos-chatbots/
Facebook Comment